92 750 86 59
funcionarios@mun-planhoso.pt

Pages

Ao longo de mais de uma década existiu uma Comissão de Apoio aos Trabalhadores da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, que mantinha a sua existência em resultado exclusivo de um subsídio financeiro atribuído pela mesma Câmara Municipal a essa comissão, e que se manteve até ao ano de 1994, quando foi considerado não conforme com a legislação vigente, um problema transversal a muitos outros equiparados de norte a sul do país.

Após um período de redefinições, no ano 2000 surge a Associação Social e Cultural dos Funcionários da Câmara Municipal das Póvoa de Lanhoso, constituída em 14 de Setembro de 2000.

A primeira Direção da ASCFCMPL foi presidida por Antonio Rosas nos anos de 2001 e 2002, e a partir de 2003 por Paulo Freitas, mantendo-se a equipa diretiva praticamente inalterada durante cerca de 10 anos, o que permitiu a criação de mecanismos de sustentação e afirmação do papel e da função desta associação no trabalho de apoio aos seus associados.

Em Maio de 2004 é aprovado o Regulamento de Benefícios, instituindo diferentes tipos de Associados. Os Sócios Trabalhadores e os Sócios Beneficiários, entre estes últimos se incluindo para além dos membros do agregado familiar dos associados, os trabalhadores com vínculos mais precários à instituição Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso.

A cooperação com a Câmara Municipal é determinante, não apenas em resultado de um apoio direto, sempre parco e insuficiente, mas na possibilidade de criar à nossa associação alguns mecanismos de financiamento, através do trabalho dos associados, podermos aproveitar sinergias resultantes de dinâmicas municipais, referindo exatamente a exploração do bar das piscinas municipais no período de Verão (o que acontece desde 2005) ou o benefício obtido através da maximização de representatividade do grupo.

Se até à aprovação do Regulamento de Benefícios as iniciativas promovidas pela ASCFCMPL eram esporádicas e avulsas, anual ou eventualmente consideradas, a partir da sua aprovação são inúmeras as vantagens que passam a estar disponíveis em continuidade e permanência, para apoio aos trabalhadores da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, o que conduz mesmo a uma profissionalização dos seus serviços e à alteração estatutária concretizada em Junho de 2006, passando os diversos corpos sociais em lista única a ser eleitos para mandatos com a duração de 2 anos, conferindo maior estabilidade e seriedade ao trabalho que se procurava desenvolver.

Se o Regulamento de Benefícios da ASCFCMPL é o documento basilar do desenvolvimento da acção da Associação, o momento entendido pela Direção presidida por Paulo Freitas como determinante no sucesso do trabalho é a validação do reconhecimento pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso da representatividade dos seus associados, o que permite o desenvolvimento de uma estratégia de celebração de protocolos com diversas instituições e profissionais, com particular acuidade na área da saúde.

O Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde é a primeira instituição a reconhecer o mérito do trabalho e a capacidade de afirmação da nossa Associação, a que se segue um conjunto de profissionais médicos, clínicas e a Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso a partir de 15 de Novembro de 2005, que estende a cooperação a diversos níveis e diversas valências (hospital, infantários, lar, farmácia…).

Para além dos protocolos na área da saúde que continuaram a crescer e desenvolver, outros acordos são celebrados com outras instituições nas áreas do comércio e serviços, muitos dos quais ainda hoje subsistem (ver protocolos), sendo de destacar a VPN própria criada com a TMN, o que acontece a partir de março de 2008.

Ainda no ano de 2008 a ASCFCMPL procede à instalação e abertura de um espaço de Bar a partir da cedência de um espaço exíguo no edifício dos Paços do Concelho, praticando preços sociais e sem outro apoio municipal, pelo que assume apenas a perspetiva de serviço.

As atividades desenvolvidas pela ASCFCMPL diversificaram-se ao longo dos mais de 20 anos da sua existência, onde as atividades de lazer, desportivas e sociais procuram contribuir para um crescente e salutar desenvolvimento de relações entre os diversos colaboradores da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso aumentando e fazendo crescer os momentos de contacto e as relações de convívio e amizade entre os membros dos agregados familiares, no que a anual Festa de Natal assume maior relevância, mesmo quando não pudemos contar com o apoio municipal.

 

A realização de convívios e passeios ou viagens, apoios à aquisição de livros e a concessão de bolsas ou créditos para a participação ou utilização em atividades e serviços promovidos ou apoiadas pela associação, o contributo para práticas desportivas, descontos em múltiplos serviços e comércio entre tantas outras dinâmicas, ajudam a afirmar a importância da ASCFCMPL no seio e no contexto da nossa entidade empregadora, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso o nosso indissociável e permanente elo de ligação.